quarta-feira, 29 de dezembro de 2010

...Resoluções (hummmm... acho que não)

Eu sei faz um ano que não apareço por aqui, sim me sinto envergonhada... Porém, não estava inspirada... Hoje durante meu tédio de empresa na última semana do ano, me perguntaram quais eram minhas resoluções para 2011 e respondi: não tenho... (Sim, eu não as tenho, 2010 comecei sem elas por um simples motivo: 2009 foi uma bosta, e não sei se foi porque estava meio sem perspectiva, 2010 me impressionou).

Pessoas sairam da minha vida, outras entraram, outras retornaram e várias permaneceram.

  • As pessoas mudam, os interesses mudam ou as vezes simplesmente a tolerancia acaba e nos afastamos de algumas pessoas (isso acontece e sempre vai acontecer).
  • Conheci algumas pessoas especiais nesse ano... que conhecia a tão pouco tempo, mas secaram minhas lágrimas, deram muita risada comigo e as vezes acreditavam mais em mim do que eu mesmo.
  • Retornos de amigos em nossa vida podem ser: ótimos, alegres e até nostalgicos. Ou também o que pode ocorrer o seguinte pensamento:"Nossa, realmente a pessoa não cresceu!" ou "Putz, me lembrei porque me afastei!"
  • Outras pessoas continuo com a idéia fixa que não vivo sem.

Acontecimentos auto explicativos:

  • Enfim, voltei para a minha área de trabalho.
  • Mudei para um apartamento muitoooo melhor.
  • Maria esta ótima.
  • Dei muita risada.
  • Fui em shows que estava loucaaa para ir.
  • Comprei várias coisas. (fiz um pouco a linha to rica no final do ano) * ok, eu expliquei algo que coloquei o titulo de auto explicativo, é que eu não aguentei
  • Finalmente tive vontade de escrever no blog \o/

Coisas que aprendi:

  • As vezes eu posso ser a minha melhor companhia para uma balada (sim, ir sozinha dançar muitas vezes é ótimooooo)
  • Que eu adoro morar perto da minha familia. (sério, achei que ia odiar mas estou amandoooo)
  • Cozinhar ainda melhor!!!
  • Sim, é possivel deslocar o ombro de uma forma estupida.
  • E que dramim na veia é sublime. (Não sou viciada, só sofro de labirintite)
  • A não xingar atendente de tmkt. (sim, agora eu me seguro)
  • Lojas ótimas com roupas mega baratas e divertidas. (mas, não posso contar porque jurei segredo para me ensinarem)
  • Que compra coletiva é minha vida (não sei como sobrevivi até 2010 sem isso)
Para você que esta lendo, o meu ano de 2010 pode até ter parecido chato, mas para mim foi ótimo e olha que não planejei nadaaaa... Logo acho que a melhor solução é não planejar e simplesmente deixar acontecer.

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Voltei, para o balanço...

Eu voltei, voltei para ficar porque aqui, aqui é o meu lugar...
Enfim, após meses de ausencia eu voltei e dessa vez pretendo ser mais presente... Como recentemente completei 26 primaveras, resolvi fazer um balanço do meu ano:
-Alguns amigos se mostraram maravilhosos, como sempre e outros me decepcionaram um pouquinho;
-Aprendi que não devo comentar sobre o suor das pessoas pq isso é uma atitude infantil que magoa, devo aguentar o asco que tenho, por educação (hahahahaha vai esperando);
-Encontrei um motivo importante para parar de fumar (não, não é a minha saúde, porque não sou egoista);
-Tenho cada vez mais certeza que minha praga pega, quando desejo que a balada de alguém que me irritou seja uma bosta, ela vai ser;
-Chorei pouco;
-Reclamei muito (porque sou ranzinza);
-Dei muita risada;
-Conheci pessoas ótimas e péssimas;
-Fiquei sensual algumas vezes;
-Tive que abandonar a idéia de anos de fazer minhas tattoos de cerejas, mas tudo bem pq tenho várias idéias originais e posso fazer outras;
-Engordei 2kg... Aehhhhh
-Me diverti com a musiquinha: você pagou com traição....
-Continuo achando que as pessoas devem seguir a dica da estatistica;
-Descobri que é possivel e muito gostoso passar mais de 12h em um boteco falando besteira com um amigo;
-Descobri também que vender calcinha usada só dá dinheiro nos EUA, enquanto lá vendem por 100 dólares aqui no máximo se consegue 20 reais (então abortei a idéia hahahaha, nojinhoooo mas adoro fazer pesquisas do tipo "dinheiro fácil")
-Acredito que quando chove a culpa é do Carlinhos Brown, a mesma pessoa que segundo Srta. Praconi inventou o esquema direita direita direita;
-Continuo com carinha de menor de idade (afinal, não é todo mundo que tem que aguentar um escandalo pra ver seu rg pelo simples fato de vc querer apenas uma cerveja);
-Estou cozinhando melhor ainda;
Ai, deu uma preguicinha agora... amanhã continuo meu balanço...

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Pequena Grande Familia

Bom a virada do ano passou e eu não fiz listinha nenhuma de grandes acontecimentos de 2008 e do que esperava para 2009. Mas tudo isso foi por um simples motivo minhas listas seriam pequenas e chatas, pois o ano que passou foi paradissimo... sim, muita coisa mudou, chorei muito, dei muita risada mas nada que valha a pena eu ficar perdendo meu tempo contando, ao invés disso resolvi escrever sobre as pessoas que estavam ali comigo e como são especiais para mim: Minha família de amigos... Falam que família não se escolhe mas eu escolhi a minha, na verdade acho que nós nos escolhemos... se bem que outro dia estava sensual com um deles e nos perguntamos: "Como nos tornamos amigos?" veio o silêncio e logo após uma crise de risada, pois não havia resposta...
Para mim família é aquele grupo de pessoas que se preocupam um com os outros, se divertem juntos, brigam, dão bronca, falam mal um do outro e apesar de serem diferentes em vários aspectos continuam se amando e se apoiando...
Nesse último todos ficaram muito mais próximos, talvez porque realmente todos estão morando perto ou devido aos fatos que ocorreram... não sei, mas o que importa também?! Enfim, vamos falar dos meus amores:

Praconi: Fizemos o 3º Colegial juntas ( eu sei que agora se usa ensino médio, mas colegial é muito mais cool), ter conhecido essa garota é um dos fatos que fazem eu não me arrepender de ter largado o 3º ano na metade e começado novamente, se eu tivesse concluído no ano certo não teria essa pessoa tão especial na minha vida... Ficamos afastadas 3 anos que foi o tempo que ela morou em Boston, mas assim que voltou nos grudamos e nunca mais no separamos... Ela sempre é a primeira pessoa que penso em ligar quando acontece alguma coisa boa ou ruim... as vezes nem precisamos falar nada uma pra outra só nos olhamos e já damos risada... E um fato muito importante que todos devem saber contou algo para uma das duas a outra vai saber...

Leandro: Meu gordinho preferido, com riso solto é impossível não dar risada com ele as vezes dá até raiva.. ele é praticamente aquele irmão mais novo pentelho e chorão que você pode ficar bravo com ele mas no segundo seguinte já estão brincando de novo... Já ficamos várias vezes sensuais juntos, passamos vergonha juntos, assumimos sermos fofoqueiros e no final das noites de diversão quase sempre dividimos a cama apesar dele falar que sou espaçosa e me acordar no meio da noite para me dar bronca...tsc tsc tsc... nunca acordei ele para criticar seu ronco... coisas da vida...

Marcelo: Aquele que super topa ficar sensual com bebidas toscas comigo, tipo: Jurupinga... Ele é o irmão pentelho aquele que gosta de ficar provocando e te cutucando até te irritar... Mas, não deixa de ser uma pessoa terna, que sempre que preciso vem me buscar para me consolar!!!


Gui: Um dia ele foi meu companheiro de dia ociosos, mas mudou de emprego agora só após horário comercial... O mais sério de todos, parece bonzinho mas é venenosoooo... Faz os melhores drinks, cozinha super bem quase igual a mim rs... mas me olha com um olhar de reprovação quando resolvo comer risotto de colher... Junto com o Marcelo sempre esta pronto para vir me buscar e melhorar o meu dia!!!

Sussu: Minha amiga mais responsável, que sempre puxa minha orelha quando apronto algo e sempre fala que mereço algo melhor que preciso pensar no meu futuro... E eu sempre tento convence-la a não pensar tanto no futuro e viver o presente sem se cobrar... morro de orgulho dessa garota, minha irmã mais velha bem sucedida ... Afinal alguém precisa ser...

Renato: Ele é aquele irmão meio hippie talvez, apesar de tentar ser moderno e eu dar a dica forte pra ele sempre, que ele não é moderno... tem um pensamento meio machista que as vezes é irritante... Super sonhador, parece criança querendo fazer milhões de coisas ao mesmo tempo, desde que conheço ele, já foi: editor, marceneiro, montador de maquetes, cozinheiro e agora publicitário... Ele é aquele que acredita que qualquer sonho é possível, toda vez que penso em fazer algo absurdo ligo pra ele pois sei que ele vai me apoiar e acreditar no meu sonho, menos com garotos pois ele é meu irmão mais velho e acha que sempre fiz a escolha errada...

Bom deixei de falar de alguns amigos que são importantes pra mim também, mas estou cansada de digitar e pensar o que falar de cada um... quem sabe numa próxima...

domingo, 7 de dezembro de 2008

Um Pouco do Meu Dia

Eu e Srta. Praconi estavamos combinadas de fazer um passeio simples irmos caminhando de casa para a Liberdade, fazer compras no Ikesaki (lugar onde vende milhões, disse milhões de coisas para cuidar do cabelo) e depois passar na José Paulino para Praconi comprar camisas e um blazer. O que era para ser uma simples caminhada com algumas paradas estratégicas podia se tornar um longo passeio, com descobertas, muita risada e claro pés doloridos.
Como havíamos combinado nos encontramos as 09h na padaria do bairro, onde Praconi foi tomar seu café da manhã e de lá partimos para nossa caminhada... começamos a caminhar da Barra Funda para o Centro, chegando na Pça da República não sei o porque mas resolvi que deveríamos ir pelo Vale do Anhangabaú para a Sé, quando chegamos ao vale vimos que estavam montando a infraestrutura de uma festa, mas como sempre não nos acanhamos e fomos entrando quando vimos não conseguíamos sair dali estavamos totalmente cercadas e claro que já comecei a falar para Praconi que ficaríamos ali presas até o evento encerrar e desmontarem tudo ( coisas que só eu consigo imaginar), mas claro ela como nunca se dá por vencida achou uma saída e continuamos nosso percurso...

  • Primeira Parada - Liberdade
... finalmente por volta das 10h30 chegamos na Liberdade, olhamos a feirinha, entramos em algumas lojas, fuçamos, descobrimos uma loja que vende sapatos super divertidos, fizemos uma parada para Srta. Praconi comprar mais uma Tiara (sim, ela está obsessiva por esse acessório), fomos ao Ikesaki ( O Maravilhoso Mundo dos Cosmeticos) uma cabeleireira ficou dando uma aula de hidratação de cabelo para a gente, sendo que só pedimos uma informação sobre o creme ( ops, a gente não pediu estavamos apenas escolhendo o creme), mas confesso que a única coisa na qual consegui prestar atenção foi no excesso de make dela. A fome foi dando sinais então resolvemos procurar um lugar para comer e resolvi utilizar da minha nova mania pedir informação para policiais ( sim, adoroooo eles dão informações sempre sorrindo e todos solícitos) enfim foi a melhor coisa que fiz, ele nos indicou um restaurante perfeitoooo Self Service de comida japa, chinesa e brasileira tudo muito gostoso (Praconi recomenda a azeitona verde), o melhor de tudoooo música ao vivo, ouvimos "Como uma Deusa" em japonês, Elvis em japonês, ele cantou outras músicas mas não deciframos se ele estava cantando em português, japonês, chinês ou era um mix de todas as línguas para agradar o público, mas isso não nos impediu de elogiar o cantor para a mocinha do caixa...

  • Segunda Parada - Luz
... mesmo quando pedimos informação para uma senhora japonesa e ela ter tentado nos desanimar de irmos a pé para luz e insistir para irmos de metrô, não desistimos (por isso gosto de pedir informação para policiais, eles nunca iam tentar nos desestimular). Chegando na famosa JP enfrentamos a multidão que foi às compras entramos em milhões de lojas, mas quase perdemos o foco das compras devido ao calor e problemas psicológicos só gostavamos de vestidos e sapatos de bolinhas... mas conseguimos voltar ao foco, fazer as compras e tentei planejar o sequestro de uma senhora chinesa que elogiou a minha letra, mas Praconi não deixou ( o que achei errado, porque eu ia deixar ela sentadinha na minha estante e dar comida todo dia) , encerrando as compras decidimos que voltar a pé com sacolas seria demais para nós duas e cedemos ao metrô...

  • Notas Adicionais do Passeio
Saída: 9h
Chegada: 16h40
Tiaras Compradas: 1
Sapatos de Bolinhas Achados: 4 (não compramos nenhum, pois não era o foco)
Águas Tomadas: 3
Pedido de Informação para Policiais: 2
Vezes que Tentamos Ligar para o Leandro (sem obter sucesso): 2


sexta-feira, 21 de novembro de 2008

Lembranças do meu pai

Eu jurei que não iria falar de ti aqui, pois meu blog é reservado só para momentos alegres, mas pensando comigo nos momentos de extrema saudades que ando tendo de ti cheguei a conclusão de por que seria triste falar de você? Afinal, eu só tenho boas lembranças e até nossas brigas me fazem dar risada... Sei que não vai ler mas estou precisando falar de você...
Há 25 anos atrás uma pessoa me pegou no colo e falou que eu era o bebê mais lindo que já havia visto e nos 24 anos seguintes em que esteve comigo, continuava afirmando que eu era seu bebê bonito... Apesar de muito ocupado me ensinou a andar, ria quando eu aprendendo a falar chamava soda de foda... me explicou com toda calma o porque nunca íamos ser da mesma cor e que cu só é palavrão quando tem acento, quando estava estudando a cartilha me negava a ler as sílabas da letra "C"... porque uma menina não deve falar palavrão...quando eu ficava triste me levava comer provolone a milanesa e banana split, falava que era nossa noite do colesterol e que não existia coisa melhor para esquecer os problemas... quando te ligava porque estava com alguma dor me mandava comer macarrão, pois achava que ele era milagroso e acabava com todas as dores imagináveis... das vinganças que planejava quando alguém me magoava rs... todas acabavam com: "Vamos fazer um vodu"... da cara de pai orgulhoso que fazia quando me dava os parabéns por eu ter comido tudo que tinha no prato mesmo eu tendo vinte e poucos anos... Mesmo sendo a pessoa mais cética que conheci, quando me via chorar sempre olhava pra mim e falava que ia dar tudo certo porque eu merecia que desse tudo certo apesar de ser teimosa... sempre me fazia passar vergonha no cinema pois caia no sono e roncava, mas mesmo assim insistia pra ele me levar... lembro de uma lágrima escorrendo no rosto quando recebeu a minha carta de dia dos pais dizendo que para mim ele era um super herói, pois era o único homem que conhecia capaz de levantar a traseira de uma kombi sozinho... do jeito que me traumatizou em relação a macarrão com molho de linguiça (sim, odeio e a culpa é dele) ... da cara e sorriso de criança quando comeu bolo escondido enquanto eu e praconi vigiávamos para ninguém brigar com ele... como sorria quando eu falava dos meus planos de casar na igreja e como brigava comigo quando pra irritar falava que ia dar o nome dele pro meu filho (sim, ele odiava o próprio nome, mas eu acho lindo) ... sua mania irritante de roubar meu refrigerante... nunca vou beber uma batida de coco ou amendoim tão gostosas quanto a dele ou comer um picadinho tão bom... do jeito que dava risada e me chamava de cínica quando eu falava que gastava meu dinheiro para o país não quebrar... da cara de orgulho quando viu a apresentação do meu TCC e constatou que realmente era boa naquilo... o jeito infantil com o qual me ignorava quando eu fazia algo que julgava errado, ou quando chegava com um presente quando ele fazia algo de errado...
São essas algumas da lembranças que tenho do meu pai e elas são maravilhosas e ternas... histórias as quais eu não entendo o porque eu não quis escrever antes, pois são maravilhosas apesar de as vezes quando lembro delas algumas lágrimas escaparem elas sempre vem acompanhadas de um sorriso no final...

quarta-feira, 12 de novembro de 2008

Quando a idade Chega!!!

No último final de semana vi que realmente a idade esta chegando pra mim, a minha disposição não continua a mesma, meu corpo não acompanha mais hahahaha super papo de garota idosa mas é verdade, vamos analisar os fatos:
Sábado fui informada que iria ao Planeta Terra, presente dos meus amigos (sorte deles terem me dado o ingresso, senão ia ficar emburrada o fim de semana inteiroooo), pois bem não chegamos no começo do evento e sim umas 21h, pegamos o finalzinho do Jesus and Mary Chain e partimos para ver Spoon, Bloc Party e Kaiser Chiefs tudo terminou por volta de quase 3h perdemos o carro no estacionamento giganteeee e estava quase desistindo de procura-lo, sentando no chão e lá ficando devido as minhas dores gigantes na lombar e na sola do meu pé, cada passo que eu dava era um martírio e comentava que achava super válido o esquema dos shows do Fábio Jr. serem adotados em todos os shows da face da Terra, tipo mesas e cadeiras ver o show sentadinha com garçon servindo bebidas, ultimamente tem sido meu sonho, mas devido ao estilo musical que me agrada é praticamente impossível. Mas depois pensei poderia ter sido pior podia de chovido... E a única imagem que vinha em minha mente era a minha cama fofinha...
Agora vamos voltar à mais ou menos 9 anos atrás... Skol Rock ... Cheguei praticamente quando os portões se abriram esperei horas e horas para começar a ver a primeira banda tocar, lembro que choveu horrores, mas não liguei estava feliz que ia ver The Vandals e Offspring (deixo claro que odiei o segundo show, por isso não fiz a minima questão de vê-los novamente no Terra) o show terminou no meio da madrugada e todos fomos andando para o metrô, chegando lá fiquei socializando horas até que o metrô começasse a rodar, ficava revezando a conversa com vários amigos que estavam em pontos distintos do terminal... Estava totalmente molhada devido a chuva, mas nada disso importava... Dores no corpo? Nenhuma, mesmo tendo visto o show no meio da multidão e lembro de ter ido embora muito feliz e pronta para ir para o próximo ...

O que podemos concluir? A idade chega e a disposição vai embora!!!

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Paper Doll

Babys, babys, babys... Ando relativamente sem assunto sabe como é, estou afastada da noite... Enfim, fuçando aqui fuçando ali e acabei descobrindo uma banda mexicana muito estilosinha e combina muito bem com o blog em questão pois o cd delas chama "Paper Doll" (ohhhh) e o clip é muito fofo pois aparecem bonecas de papel (ohhhhh)....